Sobre a Afasia

O que é a afasia?

A afasia é uma perturbação da linguagem adquirida subitamente por lesão neurológica. 

Não afeta a inteligência mas afecta a expressão e compreensão oral, e ainda a leitura e escrita. 

A causa mais frequente é o AVC, no entanto, pode também surgir por Traumatismo crânioencefálico, demência, tumor ou infeção cerebral. 



Em Portugal, o AVC é a principal causa de incapacidade. Por hora, três portugueses sofrem um AVC dos quais, sobrevivem 2 terços. Metade dos sobreviventes poderão ficar com afasia para toda a vida. Calcula-se que surjam todos os anos cerca de 8000 casos novos. Não existem dados estatísticos oficiais relativos à afasia. 

Sabe-se, no entanto, que nos EUA existem quase dois milhões de pessoas com afasia, mais de 150.000 em Espanha, 250.000 em França, 370.000 em Inglaterra. Tendo Portugal uma das taxas de AVC mais elevadas da União Europeia, através de extrapolações estatísticas calcula-se a prevalência de pessoas com afasia em Portugal ronde os 40.000. 

Consequências da afasia na vida...

A afasia não afeta a inteligência, mas afeta a COMUNICAÇÃOSem poderem participar da mesma forma numa conversa, muitas das atividades diárias, papeis e relacionamentos ficam comprometidos. Disfunção familiar, perda da autonomiaisolamento social, desemprego e desequilíbrio emocional são algumas das consequências que afetam tanto a pessoa com afasia como aqueles que com ela convivem. 
Sendo um problema crónico, estas consequências mantêm-se ao longo da vida. 

Estas consequências se não forem minimizadas poderão conduzir à dependência crónica de subsídios, medicação e outros apoios, tanto pela pessoa com afasia como pelos próprios cuidadores/familiares que se vêm profundamente afectados pelo problema. Sabe-se que Portugal é o sexto país da Europa que mais gasta com a doença vascular cerebral. 

Além disto, a afasia é uma realidade desconhecida da maioria da população comparativamente a outras patologias que têm taxas de prevalência iguais ou mais baixas (como é o caso da Doença de Parkinson ou de Alzheimer). Isto faz com que existam inúmeras barreiras na sociedade que dificultam a inclusão e participação social destas pessoas, além de outras consequências politicas e económicas.


As pessoas com afasia não perdem a sua inteligência. Sabem o que querem dizer. 

Têm opiniões e são capazes de tomar decisões no que respeita a si próprias. 

Têm vontade de participar, no entanto, com afasia perderam as ferramentas linguísticas que lhe permitiam revelar a sua competência interior que agora fica escondia.